TecBan: 92% dos colaboradores se adaptam bem ao home office

172

Levantamento aponta otimização da rotina de trabalho com novas ferramentas para reuniões e feedbacks com líderes

A TecBan, administradora do Banco24Horas, promoveu uma pesquisa interna sobre a experiência de seus colaboradores com o home office e as preocupações sobre um possível retorno às atividades presenciais nos escritórios – São Paulo, Alphaville e regionais. Com mais de 950 respostas, 91% afirmam que estão totalmente adaptados ao trabalho remoto e 92% conseguem manter normalmente a interação com a liderança e equipe, além de tocarem suas rotinas e atividades sem nenhum prejuízo. E, mesmo passando mais tempo dentro de suas residências, 74% dos funcionários afirmam conseguir equilibrar a vida pessoal com as demandas profissionais.

Sobre os cuidados contra c Covid-19, 97% afirmam receber constantemente orientações de prevenção, seja do líder direto ou via comunicado do time de Recursos Humanos. A pesquisa também questionou se as pessoas estariam confortáveis para um retorno aos escritórios e 43% responderam estar muito desconfortáveis. Entre as principais preocupações estão o aumento da exposição e risco de contrair o vírus (65%), contato com pessoas que podem não estar respeitando o isolamento (54%) e uso do transporte público (42%).

Quanto às ações preventivas em um possível retorno, os profissionais afirmaram que se sentiriam mais confortáveis se o uso de máscaras fosse obrigatório (82%), houvesse álcool em gel em todas as estações (82%), limpeza reforçada nos andares (79%), manutenção das reuniões online (79%) e maior distanciamento entre as estações de trabalho (74%).

Marcelo Gomes, Diretor de Administração, Finanças e Pessoas da TecBan, afirma que a empresa já possui um plano estruturado e também estuda um modelo híbrido de trabalho, mas que não há motivo para qualquer pressa.

“O home office tem funcionado com excelência e aumentado a qualidade de vida de nossos colaboradores. A volta se dará em algum momento a ser estabelecido e faremos com todo cuidado, respeitando as necessidades de cada área e, principalmente, a saúde de cada um de nossos colaboradores”, complementa.

Ferramentas para o trabalho online

Para que se garantisse rápida adaptação de todos os funcionários ao home office, a TecBan investiu bastante em tecnologia, segurança e disponibilidade dos ambientes remotos.

Para se ter uma ideia do desafio para toda a equipe de TI, pouco menos de 100 colaboradores se conectavam simultaneamente à VPN. Atualmente, mais de 1.500 conexões são realizadas diariamente. As centrais de atendimento precisaram de rápida adaptação no sistema para que as equipes pudessem trabalhar de casa.

A capacidade dos links para suprir demandas das VPNs, acesso à rede interna e realização videconferências foi aumentada em quatro vezes. Além disso, a adoção de novas ferramentas colaborativas, tais como WEBEX e Microsoft Teams, permitiu que as reuniões e gestão das equipes pudessem ocorrer com maior facilidade. Atualmente, o número médio de reuniões via Webex por dia é de 150.

“Mesmo com tantas mudanças em tão pouco tempo, respondemos rapidamente às necessidades da empresa, sempre garantindo a segurança das informações. Nossa equipe se antecipou e se preparou para disponibilizar a adoção de ferramentas para uso em home office em tempo recorde. Podemos, sim, afirmar que não tivemos problemas nessa transição”, completa Robert Baumgartner Jr, diretor de TI da TecBan.