terça-feira, 14 de julho de 2020 - 7:10
Início Finanças Crédito Sebrae: na crise, grande maioria das PMEs ficou sem crédito

Sebrae: na crise, grande maioria das PMEs ficou sem crédito

Carlos Melles, presidente do Sebrae

Dos 6,7 milhões de empreendedores de pequeno porte que tentaram, apenas um milhão efetivamente conseguiram obter os recursos

Quatro meses depois da confirmação do primeiro paciente no país, a pandemia de Covid-19 continua provocando danos também na economia brasileira. Levantamento feito pelo Sebrae e pela Fundação Getúlio Vargas mostra que entre a primeira semana de abril (dia 7) e o início de junho (dia 2), período de conclusão da pesquisa, continua muito elevado o número de empresários que tiveram o crédito negado ou ainda aguardam resposta das instituições financeiras. Dos 6,7 milhões de empreendedores de pequeno porte que tentaram, apenas um milhão efetivamente conseguiram obter crédito desde o início das medidas de isolamento social.

“Nos países desenvolvidos, existem políticas de crédito a juro zero porque os pequenos negócios são essenciais para o funcionamento do sistema econômico. No Brasil, o crédito continua caro e burocrático. Em cada sete pequenos negócios que buscam empréstimo em banco, só um consegue. Eles são 99% das empresas e respondem pela maior parte dos empregos. Em tempos de pandemia, a prioridade deveria ser manter as empresas vivas. Se não socorrermos as empresas que precisam de crédito, não vai haver empresa para voltar a produzir e não sairemos dessa crise tão cedo”, explica o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Segundo os entrevistados, o CPF com restrições foi a principal razão (19%) apontada pelos bancos para a negativa do crédito. A negativação no CADIN/Serasa também foi citada por 11% dos consultados para a negação dos empréstimos. Outros 11% afirmaram que a falta de garantias ou avalistas teria sido o principal obstáculo.

O mais recente levantamento feito pelo Sebrae-FGV (quarta edição da série de pesquisas iniciada em março) ouviu 7.703 donos de pequenos negócios de todos os 26 Estados e do Distrito Federal. Além de confirmar a dificuldade no acesso a linhas de crédito, a pesquisa mostrou também um crescimento do número de empresas com dívidas/empréstimos em atraso (a variação foi de 33% para 41%) entre a primeira semana de maio (dia 5) e o início de junho (dia 2).

Mudança de comportamento

A pesquisa revela outros aspectos da realidade enfrentada pelos microempreendedores individuais e donos de micro e pequenas empresas e identifica um movimento de retomada da atividade econômica que já começa a acontecer na maior parte do país.

Entre as mudanças apontadas pelo levantamento, está uma elevação significativa do número de empresas que conseguiram se adaptar à conjuntura de isolamento social e passaram a usar as redes sociais, aplicativos ou internet para realizar vendas. Antes da crise essas empresas representavam 47% dos pequenos negócios. Agora, esse percentual subiu para 59% dos empreendedores.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Banrisul começa a operar linhas de crédito do Pronampe

Recursos são destinados a microempreendedores individuais e a micro e pequenas empresas O Banrisul, a partir desta segunda-feira, dia 13, torna disponível aos seus clientes...

Allianz Seguros adquire operações de Automóvel e Ramos Elementares da SulAmérica

Eduard Folch, presidente da Allianz Brasil Transação foi concluída por R$ 3,2 bilhões. Com ela, a subsidiária brasileira sobe no ranking do mercado e passa...

Bradesco e OLX assinam parceria para financiamento de imóveis 100% digital

Sistemas dos dois parceiros foram integrados via APIs, propiciando maior segurança de dados e facilidade no envio de documentos, tornando mais ágil a contratação...

Programa do CPQD busca novos parceiros entre as startups

O Match Connect CPQD, série de encontros virtuais, será realizada nos dias 22 e 23 de julho As parcerias com startups são uma das estratégias...

Lello renegocia R$ 12 milhões de aluguéis na pandemia

Empresa implantou central de negociações para auxiliar proprietários e inquilinos, e criou diversas soluções para viabilizar os negócios  durante a crise A Lello bateu a marca de...

TIM e C6 Bank anunciam nova oferta conjunta

Clientes TIM Controle que abrirem gratuitamente uma conta no banco digital     podem ganhar bônus de dados, cartão de crédito sem anuidade e taxas diferenciadas...

Estudo do BC mostra expansão do cooperativismo de crédito

O setor conta com mais de 10 milhões de associados na carteira, dos quais a maioria é de pessoas físicas O cooperativismo de crédito ganhou...

Colab pretende ampliar operação após aporte de três fundos

Os planos da startup são de expandir a carteira de serviços e o número de colaboradores O Colab pretende ampliar o escopo de negócios com...
- Publicidade -