Inteligência Artificial suporta processamento de transações

57

A tecnologia é usada pelo serviço da Visa para gerenciar as operações durante indisponibilidade do sistema das instituições financeiras

Um serviço que utiliza a tecnologia de Inteligência Artificial (IA) para ajudar as instituições financeiras no gerenciamento de transações enquanto seus sistemas estiverem interrompidos.

A novidade da Visa, que será lançada em outubro, também utiliza a tecnologia de aprendizado profundo (deep learning) para analisar transações passadas e aprovar ou não as operações em nome dos emissores.

Tanto o gerenciamento quanto a análise das transações ocorrem em tempo real. O serviço oferecido pela companhia chama-se Visa Smarter Stand-in Processing (Smarter STIP).

A decisão tomada no processo de análise de transações baseia-se em informações exclusivas derivadas do comportamento de compra passado do portador do cartão, e não apenas em regras estáticas aplicadas ao portfólio de cartão todo.

Com essa inteligência extra, a Visa consegue decidir se aprova ou não uma transação no lugar do emissor, refletindo de forma muito próxima o próprio processo decisório do emissor – o que pode diminuir as transações negadas em até 50%, dependendo do portador de cartão.

O serviço Smarter STIP surgiu para solucionar uma dor importante de emissores e processadores de emissores: a experiência aquém da desejada pelos portadores de cartão em situações de interrupção de serviço.

A nova abordagem da Visa ao stand-in processing melhora o atual serviço STIP por meio de uma avaliação em tempo real das características do portador de cartão que está fazendo a transação.

O modelo utiliza múltiplas camadas de rede neural recorrente com milhões de parâmetros e bilhões de registros históricos para treinar o modelo, gerando um índice médio de acerto de 95% ao reproduzir a provável decisão do emissor em testes realizados pela Visa.

Além disso, se vale de um aprendizado contínuo a partir de transações em tempo real e dados sobre falhas no sistema, permitindo que o serviço se adapte e melhore à medida que o comportamento do emissor vai mudando com o tempo.

Os clientes não precisam fazer nenhuma mudança técnica para participar do Visa Smarter STIP. Os emissores conectados ao Visa DPS poderão usar o Smarter STIP quando o serviço for lançado.