terça-feira, 14 de julho de 2020 - 6:26
Início Economia e Negócios CNC apura queda na intenção de consumo das famílias

CNC apura queda na intenção de consumo das famílias

O indicador registrado neste mês atingiu o menor patamar desde julho de 2016

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou os dados relativos ao índice que mede a intenção de consumo das famílias (ICF).
Os resultados não são promissores. O ICF acumulou a terceira retração mensal consecutiva em junho.
O índice negativo (-14,4%) segue a queda mais intensa desde o início da realização da pesquisa, em janeiro de 2010. E atingiu o menor patamar desde julho de 2016.
No comparativo anual, o recuo foi ainda maior: -24,1%. O índice está abaixo do nível de satisfação (100 pontos) desde 2015.
O impacto provado na economia pelo novo coronavírus explica o resultado da pesquisa, diz José Roberto Tadros, presidente da CNC.
“Essa insatisfação na expectativa de consumir corrobora os novos hábitos de compra dos brasileiros, demonstrados, no momento atual, com as famílias mais cautelosas com a sua renda, tanto no curto prazo quanto em relação ao ano passado”, afirma.
Ainda sobre o consumo, as perspectivas dos entrevistados para o futuro reforçam esse comportamento precavido.
Mais da metade das famílias (58,9%) acredita que vai consumir menos nos próximos três meses – o maior percentual desde setembro de 2016.
Os indicadores referentes ao mercado de trabalho também mostram um cenário negativo.
A parcela de brasileiros que se sentem menos seguros com o seu emprego atingiu o nível mais elevado da série (32,6%).
O subíndice Emprego Atual registrou suas quedas mais significativas, tanto no comparativo mensal (-12,6%) quanto no anual (-23,7%), caindo ao menor nível histórico (88,5 pontos).
As avaliações negativas sobre a renda atual também fizeram com que este indicador alcançasse o menor nível da série histórica (84 pontos) em junho, após quedas mensal (-13%) e anual (-21,8%).
Em relação à perspectiva profissional, 60,1% dos entrevistados demonstraram pessimismo para os próximos seis meses, contra 51,5% em maio e 43,5% em junho de 2019.
Com recuo mensal de 19,7% e anual de 31,8%, o item também atingiu, neste mês, sua pior pontuação na série (69,9 pontos).
Entretanto, o indicador que mede o nível de acesso ao crédito foi o único entre os subíndices que apresentou variação anual positiva (+1,1%).
Com 87,5 pontos, porém, o item registrou a segunda queda seguida no comparativo mensal (-5,5%).
De acordo com Catarina Carneiro da Silva, responsável pelo estudo, os resultados mostram que a percepção das famílias em relação ao mercado de crédito está se deteriorando no longo prazo.
Além de evidenciam certa preocupação no curto prazo:.“A proporção de consumidores que afirmam que comprar a prazo está mais difícil aumentou de 37,5%, em maio, para 41%, em junho”.
A aquisição de bens duráveis segue se destacando negativamente. A parcela de consumidores que acreditam ser um mau momento para comprar bens duráveis é de 77% – o maior percentual deste item desde a primeira Intenção de Consumo das Famílias.
Assim como no mês passado, o indicador registrou as maiores quedas mensal e anual entre os índices de junho: -23% e -36,4%, respectivamente. Com isso, atingiu sua pior pontuação na história (40,4), terminando como o menor subíndice da pesquisa.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Banrisul começa a operar linhas de crédito do Pronampe

Recursos são destinados a microempreendedores individuais e a micro e pequenas empresas O Banrisul, a partir desta segunda-feira, dia 13, torna disponível aos seus clientes...

Allianz Seguros adquire operações de Automóvel e Ramos Elementares da SulAmérica

Eduard Folch, presidente da Allianz Brasil Transação foi concluída por R$ 3,2 bilhões. Com ela, a subsidiária brasileira sobe no ranking do mercado e passa...

Bradesco e OLX assinam parceria para financiamento de imóveis 100% digital

Sistemas dos dois parceiros foram integrados via APIs, propiciando maior segurança de dados e facilidade no envio de documentos, tornando mais ágil a contratação...

Programa do CPQD busca novos parceiros entre as startups

O Match Connect CPQD, série de encontros virtuais, será realizada nos dias 22 e 23 de julho As parcerias com startups são uma das estratégias...

Lello renegocia R$ 12 milhões de aluguéis na pandemia

Empresa implantou central de negociações para auxiliar proprietários e inquilinos, e criou diversas soluções para viabilizar os negócios  durante a crise A Lello bateu a marca de...

TIM e C6 Bank anunciam nova oferta conjunta

Clientes TIM Controle que abrirem gratuitamente uma conta no banco digital     podem ganhar bônus de dados, cartão de crédito sem anuidade e taxas diferenciadas...

Estudo do BC mostra expansão do cooperativismo de crédito

O setor conta com mais de 10 milhões de associados na carteira, dos quais a maioria é de pessoas físicas O cooperativismo de crédito ganhou...

Colab pretende ampliar operação após aporte de três fundos

Os planos da startup são de expandir a carteira de serviços e o número de colaboradores O Colab pretende ampliar o escopo de negócios com...
- Publicidade -