Banco Topázio aposta em parcerias com fintechs

145

Por meio do Bank as a Service, Banco Topázio disponibiliza seus produtos bancários para fintechs e startups via API’s

O Banco Topázio, do Grupo Correa da Silva, vem consolidando cada vez mais a atuação junto a fintechs e startups. Atualmente, o Banco conta com mais de 30 parcerias ativas com esse tipo de empresa e outras 26 estão em fase de homologação.

A atuação junto a esse segmento é possível por meio do Bank as a Service (banco como um serviço, em tradução livre), que possibilita que fintechs e startups ofereçam serviços financeiros digitais e inovadores aos seus clientes, utilizando a tecnologia e licença bancária do banco. Serviços como carteiras digitais, contas de pagamento, transações financeiras, depósitos, pagamentos, emissão de boletos, concessão de empréstimos entre outros podem ser ofertados pela plataforma da empresa. Esses serviços são disponibilizados em integrações por APIs (Interface de Programação de Aplicativos, na sigla em inglês) e o cliente tem toda autonomia pra definir os detalhes do produto, fluxo de contratação/ux da plataforma.

A iniciativa se destina a Fintechs/Startups que desenvolvem produtos financeiros inovadores e acessíveis e buscam uma instituição financeira parceira, para viabilizar esses produtos mediante órgãos regulatórios. Com parceria e proximidade, o Topázio garante uma entrega completa, escalável, de acordo com a regulamentação do setor,  e, ao mesmo tempo, adaptáveis ao modelo de negócios do cliente.Com isso, o objetivo do Banco Topázio é, através dessas parcerias, contribuir para a transformação do mercado financeiro no Brasil.

Uma das mais relevantes parcerias do Banco Topázio com BaaS é com o Mercado Pago – uma das principais fintechs da America Latina e uma das plataformas de pagamentos online mais usadas no país, presente nas transações cotidianas de milhares de lojas físicas e virtuais – em especial do próprio Mercado Livre.

Mercado crédito: solução para os vendedores do Mercado Livre

O Mercado Pago desenvolveu uma opção de crédito 100% digital para os vendedores do Mercado Livre, utilizando as movimentações financeiras do negócio dentro da loja como insumo para cálculo e aprovação de crédito. A iniciativa foi uma resposta à necessidade de um ecossistema formado por microempresas, empreendedores individuais e até mesmo autônomos que enfrentavam a falta de acesso a produtos financeiros, principalmente linhas de crédito para investir em caixa para os seus negócios.

Com as API’s do Banco Topázio para Emissão de Dívidas, o Mercado Pago é capaz de oferecer a seus clientes opções de crédito 100% digital, contribuindo para alavancar negócios de maneira simples e descomplicada. Sem burocracia e com facilidade de contratação – bastam apenas dois cliques dentro da plataforma do vendedor. É o suficiente para que pequenas empresas desbancarizadas consigam contratar capital de giro para investir e desenvolver o seu negócio.

“O Mercado Crédito surgiu para atender os mais de 62 milhões de brasileiros negativados, ou seja, com algum tipo de restrição que os impede de consumir serviços financeiros em instituições tradicionais. Além da população que nem sequer tem acesso a uma conta bancária”, explica Pedro de Paula, Head do Mercado Crédito.

E, para a concretização deste produto, o Banco Topázio foi escolhido como parceiro. “O Banco Topázio nos ajudou a inovar e criar produtos absolutamente disruptivos e inovadores no mercado financeiro. Eles estão constantemente questionando o status quo e contribuindo ativamente para a modernização do sistema financeiro atual”, avalia de Paula.

Para Carlos Klein, diretor de produtos Bank as a Service do Banco , “o propósito de levar crédito para quem não tem acesso ao mercado financeiro é uma causa que o Topázio comprou com entusiasmo”.

Hoje o Banco Topáziotem mais de 30 parcerias ativas com fintechs e startups, totalizando mais de 7 milhões de chamadas em APIs do banco, em um tempo recorde de aprovação de chamada de menos de meio segundo.

“Buscamos nos colocar lado a lado das fintechs, entender o seu negócio e suas necessidades. Com o nosso know how tecnológico e bancário desenvolvemos produtos adequados e que trazem a qualidade e o desempenho que cada fintech precisa”, garante Viviane Haetinger, gerente de operações e implantação do Bank as a Service do Banco Topázio.